Notícias

Banca de DEFESA: LIVIA LAIANE BARBOSA ALVES

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LIVIA LAIANE BARBOSA ALVES
DATA: 22/03/2024
HORA: 14:00
LOCAL: Google Meet
TÍTULO:

HISTÓRIA EVOLUTIVA EM NASCENTES NO SUDESTE DO BRASIL: PASSADO, PRESENTE E FUTURO


PALAVRAS-CHAVES:

Serviços ecossistêmicos; Filtros ambientais; Diversidade filogenética; Paleoclima; Conservação.


PÁGINAS: 84
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Recursos Florestais e Engenharia Florestal
SUBÁREA: Conservação da Natureza
RESUMO:

A forma como as comunidades se estruturam, associada à sua história evolutiva é essencial para entender os ecossistemas e com isso embasar o planejamento de medidas de conservação. As nascentes são áreas extremamente importantes em relação ao abastecimento de água. Abrigam uma alta biodiversidade adaptadas as condições desses ambientes, e ao mesmo tempo, são áreas sensíveis a ação antrópica. Enquanto as florestas localizadas nessas áreas, desempenham um papel fundamental na regulação do ciclo hidrológico e prestam serviços ecossistêmicos essenciais para a manutenção dos ecossistemas, refletindo em benefícios ambientais, sociais e econômicos. Fatores como solo e clima atuam como filtros ambientais e podem moldar os padrões filogenéticos em nascentes ao longo do tempo. Diante disso, o presente trabalho buscou compreender sobre a história evolutiva de áreas de nascentes localizadas nas duas principais bacias hidrográficas do sudeste brasileiro, discutindo sobre os processos envolvidos na formação dessas comunidades e na determinação de sua diversidade filogenética. Na primeira parte foi realizado um referencial teórico discutindo de maneira geral os temas que foram tratados na segunda parte: Distribuição de florestas, nascentes e serviços ecossistêmicos, e diversidade filogenética em nascentes. A segunda parte é composta por um artigo científico. O artigo buscou avaliar quais são os principais preditores da diversidade filogenética em nascentes localizadas nas duas principais bacias do sudeste brasileiro. Foram observadas correlações do clima passado, clima atual e projeções climáticas futuras, bem como o efeito do solo para nascentes localizadas nos domínios do Cerrado e da Mata Atlântica. Diante dos cenários de mudanças climáticas, essas áreas podem sofrer alterações em sua diversidade filogenética, o que representa um risco para a linhagens que ocorrem nesses domínios. Neste sentido, espera-se que a compreensão da história evolutiva desses ambientes possa alertar quanto a importância dessas áreas e fundamentar a implementação de estratégias de preservação nas nascentes.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - YULE ROBERTA FERREIRA NUNES - UNIMONTE (Membro)
Externo à Instituição - VANESSA LEITE REZENDE - UEMG (Membro)
Interno - RUBENS MANOEL DOS SANTOS (Membro)
Externo à Instituição - POLYANNE APARECIDA COELHO GOMIDE - UFLA (Membro)
Presidente - MARCO AURELIO LEITE FONTES (Membro)
Externo à Instituição - FELIPE SANTANA MACHADO - UFLA (Suplente)
Externo ao Programa - CAMILA LAIS FARRAPO - DCF/ESAL (Suplente)
Notícia cadastrada em: 12/03/2024 12:11
SIGAA | DGTI - Diretoria de Gestão de Tecnologia da Informação - Contatos (abre nova janela): https://ufla.br/contato | © UFLA | appserver1.srv1inst1 22/05/2024 17:50