Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: GUSTAVO BARBOSA RIBEIRO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GUSTAVO BARBOSA RIBEIRO
DATA: 18/11/2021
HORA: 13:30
LOCAL: Sala Virtual do Google Meet
TÍTULO:

REAPROVEITAMENTO DE EMBALAGENS DE CIMENTO PARA PRODUÇÃO DE PAINÉIS

CIMENTO-MADEIRA


PALAVRAS-CHAVES:

Palavras chave: Compósitos, Resíduos da construção civil, Saco de cimento. Papel
Kraft


PÁGINAS: 46
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Sanitária
SUBÁREA: Saneamento Ambiental
RESUMO:

Os sacos de cimento representam um dos materiais mais descartados na
construção civil, sendo queimados na maioria das vezes, gerando impactos
consideráveis ao meio-ambiente. Nesse contexto, o objetivo desse trabalho é avaliar
as propriedades físico-químicas de painéis cimento-madeira reforçados com
diferentes teores de fibras de embalagens de cimento em associação com fibras de
Eucalipto Grandis. Os painéis cimento madeira serão produzidos com substituição
parcial de 0%, 25%, 75% e 100% de Eucalipto Grandis por embalagens de cimento.
As embalagens serão trituradas em um moinho de facas com separação das fibras
retidas em peneiras com malha de 4mm para posterior preparo dos moldes em
dimensões de 40 x 40 x 1,5 cm. Para avaliar as propriedades químicas quanto ao teor
de extrativos totais (NBR 14660), teor de lignina insolúvel (T222 om-88), teor de cinzas
(T211 om-93) e teor de holocelulose, recorreu-se principalmente às normas TAPPI.
Os corpos de prova serão prensados e grampeados após homogeneização com a
pasta cimentícia composta por aglomerante CPV a uma relação a/c de 0,25 e de
cimento/madeira de 2,5. Após o processamento, os painéis cimentícios serão
acondicionados em câmara climatizada durante 28 dias, sendo então realizados os
ensaios físicos de densidade (NBR 11941:2003), absorção d’água e inchamento em
espessura após 2 e 24 h de imersão (ASTM D1037).As propriedades mecânicas dos
painéis serão analisadas de acordo com as normas ASTM em que incluem a absorção
de água e inchamento em espessura (ASTM D1037), flexão estática - MOR/MOR (DIN
52362), tração perpendicular (ASTM D-1037), compressão paralela (ASTM D-1037),
dureza Janka(ASTM D-1037). Espera-se entender as alterações nas propriedades
mecânicas com o aumento na proporção do teor de fibras de embalagem de cimento
e verificar se os valores obtidos atendem às normas de qualidade.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - CAMILA SOARES FONSECA (Membro)
Interno - CATIA DE PAULA MARTINS - UFJF (Suplente)
Interno - DANIELA RODRIGUES BORBA VALADAO (Membro)
Interno - JESSICA DE OLIVEIRA NOTORIO RIBEIRO (Suplente)
Externo ao Programa - JOSE BENEDITO GUIMARAES JUNIOR - DEG/EENG (Membro)
Interno - RONALDO FIA (Membro)
Notícia cadastrada em: 09/11/2021 17:53
SIGAA | DGTI - Diretoria de Gestão de Tecnologia da Informação - Contatos (abre nova janela): https://ufla.br/contato | © UFLA | appserver1.srv1inst1 28/01/2022 05:52