Notícias

Defesa de Dissertação do Mestrado Profissional do PPGECEM/UFLA - Vitória Vieira Silva - em 05/12/2023

Mestrando(a):

Vitória Vieira Silva

 

Título:

A SALA DE AULA DE MATEMÁTICA PÓS ENSINO REMOTO: EXPERIENCIAS DOCENTES E AS POTENCIALIDADES DA ESCRITA (AUTO)BIOGRÁFICA

 

Banca Examinadora:

Profa. Dra. Silvia Maria Medeiros Caporale – UFLA

Prof. Dr. Mario Henrique Andrade Claudio – UFLA

Prof. Dr. Jónata Ferreira de Moura – UFMA

 

Data: 05/12/2023

Horário: 14:30

 

Local:

Anfiteatro 2 do ICET/UFLA

 

RESUMO: A pandemia de COVID-19 trouxe desafios significativos para o sistema educacional, resultando na necessidade de reorganizar práticas educativas. As marcas na atuação de quatro docentes de Matemática na Educação Básica, durante e após o período de ensino remoto emergencial, são o foco da presente investigação, em que se adotou a escrita (auto)biográfica como mediadora para compreender os sentidos atribuídos às experiências profissionais destes docentes. Os objetivos específicos incluíram a identificação dos sentidos atribuídos às trajetórias de vida e formação dos docentes, a análise dos sentidos atribuídos pelos docentes às suas experiências durante e após o ensino remoto, a identificação de saberes docentes mobilizados na prática profissional, especialmente após o retorno presencial e a compreensão de como a escrita (auto)biográfica contribuiu para o desenvolvimento profissional docente. Para atender a esses objetivos, os dados foram constituídos por meio de um grupo de discussãoreflexão, memoriais de formação e do diário de campo da pesquisadora. A análise dos dados foi conduzida por meio de uma abordagem narrativa, que permitiu evidenciar as experiências e reflexões dos docentes em um contexto marcado pela pandemia de COVID-19 e pela adoção do ensino remoto, descortinando como os sujeitos em questão enfrentaram os desafios e se desenvolveram profissionalmente durante esse período. A metodologia empregada permitiu compreender os desafios e as possibilidades do ensino remoto, as experiências dos docentes e explorar também a interseção entre a escrita (auto)biográfica como ferramenta mediadora e o desenvolvimento profissional de docentes que ensinam matemática. Os resultados evidenciam que a escrita reflexiva pode funcionar como uma válvula de escape do cotidiano docente, uma vez que é o momento em que afloram as emoções das experiências, possibilitando a identificação de sentidos atribuídos pelos docentes às suas trajetórias de vida e formação, destacando a influência de experiências pessoais e acadêmicas na construção da identidade docente. Além disso, durante o período de ensino remoto, os docentes atribuíram sentidos variados às suas experiências, incluindo os desafios tecnológicos e oportunidades de inovação. Já após o retorno presencial, surgiram novos saberes docentes relacionados à combinação de abordagens presenciais e remotas, bem como à importância do apoio socioemocional. A escrita (auto)biográfica permitiu a construção de narrativas que fortaleceram a prática docente, demonstrando que a tomada de decisões pode ser embasada a partir da mobilização do processo reflexivo sobre as experiências, à medida que os registros são detalhados. Com base nesses resultados, desenvolveu-se um produto educacional que servirá como guia para docentes interessados na prática da escrita reflexiva como prática do cotidiano docente.

 

Palavras-Chave: Educação Matemática. Memorial de Formação. Grupo de DiscussãoReflexão. Escrita (auto)biográfica.

Notícia cadastrada em: 04/12/2023 09:37
SIGAA | DGTI - Diretoria de Gestão de Tecnologia da Informação - Contatos (abre nova janela): https://ufla.br/contato | © UFLA | appserver2.srv2inst1 22/04/2024 03:53