Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: AMANDA JHENIFFER SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: AMANDA JHENIFFER SILVA
DATA: 23/05/2024
HORA: 13:30
LOCAL: Sala de informática do DCA
TÍTULO:

EFEITO DO MOINHO DE ROLOS NAS
PROPRIEDADES DE EMULSÃO E DE FILMES NA

CELULOSE MICROFIBRILADA


PALAVRAS-CHAVES:

biopolímero, nanotecnologia, compactação de rolo, pré-tratamento.


PÁGINAS: 67
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Recursos Florestais e Engenharia Florestal
SUBÁREA: Tecnologia e Utilização de Produtos Florestais
RESUMO:

A celulose é o polímero orgânico mais abundante encontrado na Terra capaz de gerar grandes
ligações por pontes de Hidrogênio que agregam propriedades mecânicas às aplicações.
Entretanto, o seu uso em aplicações é inviabilizado in natura, uma vez que a celulose é sensível
ao calor e a água e também apresenta propriedades de processamento e fluxo inferiores com
baixa uniformidade de amostras. Uma alternativa para melhorar a viabilidade da biomassa em
suas propriedades agregadas como para maximizar processos em gasto energético, rendimento
e aplicabilidade é o uso de pré-tratamentos. O moinho de rolos é um equipamento que se
caracteriza como pré-tratamento físico, pois proporciona compactação do material sem uso de
calor ou umidade aumentando a densidade relativa do material, a uniformidade e
consequentemente a resistência à tração. Este trabalho visa avaliar a eficiência do uso do
moinho de rolos na passagem da microfibrila de celulose de Eucalipto não branqueada através
das caracterizações de filmes e de emulsão tão quanto analisar quantos ciclos são necessários
na passagem do material pelo equipamento. Diante disto foram realizadas caracterizações dos
filmes como as análises de aspectos visuais, de tato e de olfato, umidade, espessura, gramatura,
densidade aparente, porosidade, taxa de permeabilidade ao vapor, molhabilidade, ângulo de
contato, microscopia eletrônica de varredura e mecânicas. Para as emulsões forram realizadas
análises de aspectos visuais e estruturais, microscopia óptica, microscopia eletrônica de
varredura, ensaios de estabilidade da emulsão e também a análise do comportamento da
estrutura por reologia. Dos resultados parciais obtidos até então, têm-se filmes tratados mais
homogêneos, finos e com fibras mais bem dispersas em emulsão, além de uma maior densidade
e menor porosidade.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - MARALI VILELA DIAS (Membro)
Interno - BÁRBARA MARIA RIBEIRO GUIMARÃES DE OLIVEIRA - UFC (Membro)
Interno - JOSE BENEDITO GUIMARAES JUNIOR (Membro)
Notícia cadastrada em: 13/05/2024 14:13
SIGAA | DGTI - Diretoria de Gestão de Tecnologia da Informação - Contatos (abre nova janela): https://ufla.br/contato | © UFLA | appserver2.srv2inst1 19/07/2024 12:17