Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: RODOLFO APPOLONI CRIPPA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RODOLFO APPOLONI CRIPPA
DATA: 10/09/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Sala Virtual do Google Meet
TÍTULO:

Caracterização e Avaliação do Potencial de Sorção de Metais Traço em Rejeitos de Mineração:

Estudo de Caso de Brumadinho/MG.


PALAVRAS-CHAVES:

Palavras-chave: Metais pesados, Sorventes, Minério de ferro, Fitotoxicidade

Key-words: Heavy metals, Sorbents, Iron ore, Phytotoxicity


PÁGINAS: 51
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Sanitária
SUBÁREA: Saneamento Ambiental
RESUMO:

Ao longo do tempo, a mineração se provou um dos setores econômicos de maior relevância à nível
nacional e global. Contudo os esforços na otimização dos processos de beneficiamento, gerenciamento
de riscos e reaproveitamento de resíduos não são equiparáveis à demanda crescente de explotação
de minério. Neste contexto sobressaem-se os impactos ambientais decorrentes dessa atividade,
incluindo o potencial catastrófico às matrizes ambientais acometidas pelo rompimento de grandes
barragens de mineração, a exemplo do evento ocorrido em Brumadinho/MG (2019). Portanto, o escopo
do presente trabalho consiste em caracterizar o rejeito de minério de ferro da Barragem I da mina
Córrego do Feijão e avaliar seu potencial adsorvente como tecnologia remediadora de metais pesados.
A caracterização física do rejeito abrangerá a técnica de microscopia eletrônica de varredura, a
caracterização química utilizará fluorescência de raios-X, e a caracterização mineralógica será
determinada por difração de raio-X. O projeto contará com três aparatos experimentais: ensaios de
lixiviação e solubilização; avaliação da cinética de sorção; estudo da fitotoxicidade do rejeito, no qual serão empregados o capim-vetiver e o girassol. Com base nos resultados obtidos no projeto, espera-se contribuir com o entendimento na dinâmica atuante entre o rejeito e os metais pesados e também no desenvolvimento de tecnologias adsorventes sustentáveis e que possam atuar como fontes secundárias de minério.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - CAMILA SILVA FRANCO (Suplente)
Interno - GUILHERME MAX DIAS FERREIRA (Membro)
Externo ao Programa - LUIZ ROBERTO GUIMARAES GUILHERME - DCS/ESAL (Membro)
Presidente - MATEUS PIMENTEL DE MATOS (Membro)
Interno - RONALDO FIA (Membro)
Notícia cadastrada em: 02/09/2021 10:09
SIGAA | DGTI - Diretoria de Gestão de Tecnologia da Informação - Contatos (abre nova janela): https://ufla.br/contato | © UFLA | appserver1.srv1inst1 26/06/2022 20:19