Notícias

Defesa de Dissertação do Mestrado Profissional do PPGECEM/UFLA - Stéfanni Cristine Silva - em 29/11/2021

Mestranda:
Stéfanni Cristine Silva

 

Título:
ANÁLISE DAS APROPRIAÇÕES DE ESTUDANTES EM RELAÇÃO AOS ASPECTOS CTSA E AOS NÍVEIS MACROSCÓPICO, SUBMICROSCÓPICO E SIMBÓLICO AO LONGO DA ABORDAGEM DAS TRANSFORMAÇÕES DOS MATERIAIS POR MEIO DO TEMA MINERAÇÃO

 

Banca Examinadora:
Profa. Dra. Marianna Meirelles Junqueira – UFLA
Profa. Dra. Renata Reis Pereira – UFLA
Prof. Dr. Wallace Alves Cabral – UFSJ

 

Data: 29/11/2021
Horário: 8h 30min

Local:
https://meet.google.com/vzv-woxs-qeq

 

RESUMO: A construção de conhecimentos químicos, dentre os quais destacamos as concepções relacionadas às Transformações Químicas (TQ) e Transformações Físicas (TF), são fundamentais para o desenvolvimento do pensamento crítico dos estudantes (MINAS GERAIS, 2007; BRASIL, 2017, 2002). Porém, para que estes conhecimentos se desenvolvam, faz-se necessária a prática docente que incentive o aluno à autonomia e a reflexão acerca da realidade na qual participa, buscando compreendê-la através das perspectivas científica, tecnológica, social e ambiental (CTSA) (SANTOS, 2008). Assim, entendemos que a contextualização pode se tornar um ponto de partida, para que o professor desenvolva a construção de conhecimentos científicos juntamente com os estudantes. Porém, é necessário que contextualização e desenvolvimento do pensamento científico, sejam tomados com o mesmo valor na prática escolar, resguardando a formação integral do aluno, que poderá de fato utilizar da ciência para se posicionar perante situações de seu cotidiano (SILVA; MARCONDES, 2014). No que diz respeito à construção do pensamento científico em química, autores dentre os quais destacamos Machado (2000), ressaltam a dificuldade de construção destes conhecimentos pelos estudantes, principalmente em relação a compreensão do universo submicroscópico. Tal dificuldade evidencia a necessidade de que o professor, enquanto mediador do processo de ensino e aprendizagem, incentive seus alunos a observar os fenômenos macroscópicos e posteriormente, a realizar uma imersão no universo submicroscópico. Tendo em vista esta necessidade da construção adequada das concepções submicroscópicas relacionadas à química, bem como de promover um ensino contextualizado, o presente estudo foi proposto visando responder os seguintes questionamentos: De que maneira os alunos do ensino médio se apropriam dos níveis do conhecimento químico - macroscópico, simbólico e submicroscópico, relacionados as Transformações Químicas e Físicas, durante uma sequência de ensino investigativa (SEI) envolvendo a temática mineração? Que potencialidades e limites podem ser identificados na ministração de uma SEI sobre mineração para a formação crítica e reflexiva de estudantes? Assim, temos o objetivo geral, de investigar como ocorreu a apropriação dos níveis do conhecimento químico relacionados às TQ e TF, e suas relações CTSA, em estudantes do 2° ano do Ensino Médio durante o desenvolvimento de uma SEI que possui por tema a mineração. Para tal, durante a SEI ministrada, foram propostas atividades, onde os estudantes puderam representar seus conhecimentos sobre TQ e TF, por meio de desenho, escrita e diálogo, bem como apresentar suas reflexões acerca das relações CTSA possibilitadas pelo tema. Iniciamos realizando uma análise reflexiva sobre a SEI proposta, indicando aprimoramentos de acordo com as vivências possibilitadas pela prática docente. Também nos dedicamos a analisar as respostas dos estudantes a seis perguntas abordadas no decorrer da SEI ministrada para investigar suas compreensões sobre TQ e TF. Por fim analisamos as respostas a outras duas perguntas e as cartas elaboradas pelos estudantes, buscando compreender quais concepções CTSA alcançaram. Os materiais elaborados pelos estudantes foram analisados por meio da análise de conteúdo de Bardin (2016). Por meio das categorias emergentes da análise, entendemos que a SEI ministrada possibilitou aos estudantes: reconhecer que a química pode ser explicada e compreendida por meio de seus três níveis do conhecimento, desenvolver habilidades em transitar nos três níveis para explicar as TQ e TF dos materiais e em especial pelos níveis submicroscópico e simbólico, no qual inicialmente tinham grande dificuldade; conscientização e tomada de decisões relacionadas a atividade mineradora, e o reconhecimento de impactos positivos e negativos da mineração na natureza e no desenvolvimento social e econômico.

 

Palavras-Chave: Submicroscópico, Simbólico e Macroscópico. Transformações Químicas. Transformações Físicas. Mineração. CTSA.

Notícia cadastrada em: 12/11/2021 15:30
SIGAA | DGTI - Diretoria de Gestão de Tecnologia da Informação - Contatos (abre nova janela): https://ufla.br/contato | © UFLA | appserver1.srv1inst1 24/04/2024 09:39