Notícias

Exame de Qualificação do Mestrado Profissional do PPGECEM/UFLA - Débora Hipólito de Souza - em 26/06/2024

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DEBORA HIPOLITO DE SOUZA
DATA: 26/06/2024
HORA: 14:00
LOCAL: meet.google.com/ske-egye-usa
TÍTULO:

Utilização do Scratch em um cenário de investigação inclusivo: potencialidades e desafios


PALAVRAS-CHAVES:

Educação Matemática, Deficiência intelectual, Etnomatemática


PÁGINAS: 30
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
SUBÁREA: Ensino-Aprendizagem
ESPECIALIDADE: Métodos e Técnicas de Ensino
RESUMO:

Com ênfase em processos de ensino e aprendizagem, a presente pesquisa aborda a utilização do Software Scratch como recurso pedagógico em um cenário de investigação inclusivo. Temos por objetivo “investigar os desafios e contribuições na utilização do software Scratch como recurso pedagógico, no desenvolvimento de uma sequência didática na perspectiva do cenário de investigação inclusivo”, para isso temos a seguinte questão de investigação: Que desafios e contribuições podem ser evidenciados utilizando o ambiente Scratch como recurso pedagógico no desenvolvimento de uma sequência didática, na perspectiva do cenário de investigação inclusivo? Com enfoque qualitativo, os dados foram obtidos durante encontros semanais nas aulas de Criações, Sustentabilidade e Tecnologia, com dois estudantes do segundo ano do ensino médio em uma escola pública do estado de Minas Gerais, em que um dos estudantes apresenta diagnóstico de deficiência intelectual. Para a obtenção desses dados, utilizamos como instrumentos, gravadores de áudio, captura de tela dos computadores utilizados pelos estudantes, registros feitos pelos estudantes durante o desenvolvimento da sequência didática, registros em Diário de Campo da pesquisadora. Portanto, os dados foram constituídos a partir da junção dos registros em campo da pesquisadora, dos estudantes e das transcrições dos áudios. Para a descrição, análise  e interpretação dos dados obtidos em cada momento, utilizamos como método a abordagem apresentada na Análise de Conteúdo descrita por Bardin (1977) e Mendes e Miskulin (2017). Pautamos nossas discussões a partir de estudos realizados acerca da Deficiência Intelectual, e nos pressupostos da Etnomatemática, descrita por D’Ambrosio (2015), como uma teoria da Educação Matemática que considera as diversas formas de pensar a matemática.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - SILVIA MARIA MEDEIROS CAPORALE (Membro)
Presidente - HELENA LIBARDI (Membro)
Externo ao Programa - ELIVELTON HENRIQUE GONCALVES - DFM/ICET (Membro)
Interno - AMANDA CASTRO OLIVEIRA (Suplente)

Notícia cadastrada em: 13/06/2024 11:26
SIGAA | DGTI - Diretoria de Gestão de Tecnologia da Informação - Contatos (abre nova janela): https://ufla.br/contato | © UFLA | appserver1.srv1inst1 19/07/2024 12:32