Notícias

Banca de DEFESA: CLEYSON SANTOS DE PAIVA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CLEYSON SANTOS DE PAIVA
DATA: 09/05/2024
HORA: 13:30
LOCAL: Online
TÍTULO:

VALORIZAÇÃO DO CIPÓ-TITICA [Heteropsis flexuosa (Kunth) G.S. Bunting)] E ÓLEO DE ANDIROBA (Carapa guianensis Aubletet) PARA A PRODUÇÃO DE FILMES FUNCIONALIZADOS


PALAVRAS-CHAVES:

Biopolímeros. Biodegradação. Consumo energético. Nanotecnologia. 


PÁGINAS: 78
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Ciência e Tecnologia de Alimentos
SUBÁREA: Ciência de Alimentos
ESPECIALIDADE: Química, Física, Fisico-Química e Bioquímica dos Alim. e das Mat-Primas Alimentares
RESUMO:

O crescente uso de polímeros derivados de petroquímicos, como os plásticos, pode causar danos ambientais significativos, desestabilizando ecossistemas, uma vez que são frequentemente descartados de forma inadequada, resultando na poluição de ecossistemas terrestres e aquáticos. Uma alternativa para reduzir esses impactos é a adoção de polímeros com fonte natural, como a celulose, presente em vários vegetais. A pesquisa sobre a produção, caracterização e aplicação em escalas nanométricas da celulose, especificamente as nanofibrilas celulósicas (NFC), está crescendo devido seu potencial para produção de filmes, com o intuito de oferecer soluções sustentáveis. O uso de matérias-primas ainda pouco exploradas aumenta o apelo sustentável, sendo o cipó-titica (Hf) um material viável nesse contexto. Algumas substâncias, como os óleos vegetais, podem ser adicionadas aos filmes para conferir propriedades funcionais. Um exemplo é o óleo de andiroba, conhecido por suas propriedades antibacterianas e inseticidas. Este estudo produziu e caracterizou filmes à base de cipó-titica funcionalizados com óleo de andiroba, avaliando suas propriedades mecânicas, de barreira, biodegradabilidade e atividade antioxidante. Os filmes de Hf foram estabilizados com 5% (m/m) de Hidroxipropilmetilcelulose (HPMC) e adicionados com diferentes concentrações de óleo de andiroba  (OA) emulsionados com 2% (m/m) de Tween 80:0, 1, 3 e 5%, sendo os percentuais em função do teor de sólidos de Hf em 1%. A adição de óleo de andiroba elevou a viscosidade das suspensões e alterou as propriedades físicas dos filmes. O uso do óleo de andiroba resultou na formação de filmes com menor degradação em meio aquoso, maior ângulo de contato e menor capacidade de molhamento, embora apresentassem uma permeabilidade considerável ao vapor de água. O filme denominado An1 exibiu caráter hidrofóbico, com um ângulo de contato superior a 93,07º , e uma resistência à perfuração mais elevada de 6.70 N mm-1. Por outro lado, os filmes An3 exibiram maior transparência e biodegradabilidade, enquanto os filmes An5 resultaram em películas mais opacas com uma temperatura de degradação térmica superior e atividade antioxidante elevada. Os filmes derivados de fibras de Hf funcionalizados com óleo de andiroba demonstraram potencial como materiais de embalagem para produtos leves e com baixo teor de umidade, devido às suas propriedades térmicas e de barreira adequadas.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - DANILLO WISKY SILVA - UFLA (Membro)
Externo à Instituição - FELIPE FERNANDO DA COSTA TAVARES - UEAP (Suplente)
Presidente - MARALI VILELA DIAS (Membro)
Interno - MARIO GUIMARAES JUNIOR - CEFET/MG (Membro)
Externo à Instituição - MATHEUS CORDAZZO DIAS - UFRA (Membro)
Externo à Instituição - MÁRIO VANOLI SCATOLINO - UFERSA (Membro)
Externo à Instituição - RAFAEL CARVALHO DO LAGO - UFLA (Suplente)
Notícia cadastrada em: 27/05/2024 14:00
SIGAA | DGTI - Diretoria de Gestão de Tecnologia da Informação - Contatos (abre nova janela): https://ufla.br/contato | © UFLA | appserver1.srv1inst1 19/07/2024 12:52