Área de Concentração
Doutorado
PLANTAS MEDICINAIS, AROMÁTICAS E CONDIMENTARES
Linhas Pesquisa :
› CULTIVO E MANEJO SUSTENTÁVEL DE PLANTAS MEDICINAIS
PLANTAS MEDICINAIS, AROMÁTICAS E CONDIMENTARES- Trata dos trabalhos de pesquisa e aplicação de conhecimentos na cadeia produtiva de plantas medicinais nos aspectos relacionados à exploração extrativa, domesticação, cultivo, colheita, beneficiamento e comercialização. Assim, a pesquisa básica dentro dessa linha de pesquisa serão centradas na aquisição de conhecimentos sobre áreas de ocorrência, caracterização botânica anatomo-morfológica, fisiologia de sementes, formas de propagação (in vivo e in vitro), controle in vitro da morfogênese, variabilidade química e genética de espécies medicinais cultivadas in vivo e in vitro, produção de metabólitos secundários in vitro, técnicas de cultivo e manejo agrícola, determinação do ponto de colheita e de métodos de secagem e beneficiamento. Nesse sentido contemplarão a caracterização e conservação das espécies medicinais mais promissoras do ponto de vista agrícola e sócio-econômico local, regional ou nacional, permitindo o aumento do conhecimento científico a respeito dessas espécies. Com base nos conhecimentos adquiridos nas pesquisas básicas, as pesquisas de caráter aplicado definirão os sistemas de manejo e beneficiamento para as espécies, no que diz respeito a preservação e manejo de plantas nativas, germinação e armazenamento de sementes, domesticação, estabilidade química e genética, adubação orgânica, manipulação dos espectros de luz por uso de malhas, épocas de colheita, métodos e condições de secagem, estabilidade química no armazenamento pós-colheita, desenvolvimento de protocolos de micropropagação, conservação in vitro, exploração de metabólitos secundários oriundos de técnicas de cultivo in vitro. Dessa forma, definindo tecnologias de produção para a maximização de biomassa e de princípios ativos, para o atendimento da demanda dos laboratórios farmacêuticos por matéria prima vegetal de boa qualidade e dando sustentação para a validação de seu uso medicinal e emprego no sistema público de saúde.
› BIOATIVIDADE DE PLANTAS MEDICINAIS
PLANTAS MEDICINAIS, AROMÁTICAS E CONDIMENTARES- Esta linha agrupará projetos que visam compreender aspectos para a validação químico-biológica de plantas medicinais e aromáticas de interesse farmacológico e fitossanitário. Assim, a pesquisa básica dentro dessa linha de pesquisa serão centradas: - no estudo por técnicas analíticas de plantas medicinais, visando o conhecimento da estrutura dos seus constituintes químicos, com ênfase às substâncias com atividades farmacológica ou biológica no controle de pragas e doenças da agricultura; - no estudo da produção, da composição química e da atividade biológica de óleos essenciais de plantas medicinais e aromáticas; - no isolamento e identificação de constituintes químicos de plantas utilizadas no controle fitossanitário de fitopatógenos, insetos e nematóides, bem como de plantas com atividade alelopática ou resistentes ao ataque de insetos; - na aquisição de conhecimentos sobre a composição química de plantas medicinais nativas, visando o isolamento de novos compostos com atividades biológicas; - no isolamento de marcadores químicos; - em estudos fitoquímicos biomonitorados. A prioridade desta linha será o estudo de plantas medicinais brasileiras de ampla tradição etnofarmacológica e etnobiológica, de uso oficial (Farmacopéias e normatizações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e, principalmente, prioritárias para gerar produtos de interesse ao SUS (RENISUS). Com base nos conhecimentos adquiridos nas pesquisas básicas, as pesquisas de caráter aplicado visarão à obtenção de novos produtos naturais com potencial uso comercial no controle de fitopatógenos, insetos, nematóides e plantas daninhas, bem como o uso medicinal; no estabelecimento de metodologias analíticas para identificação e/ou quantificação de marcadores químicos em plantas medicinais e produtos acabados e na validação químico-biológica de espécies vegetais para o uso medicinal e fitossanitário.
Mestrado
PLANTAS MEDICINAIS, AROMÁTICAS E CONDIMENTARES
Linhas Pesquisa :
› CULTIVO E MANEJO SUSTENTÁVEL DE PLANTAS MEDICINAIS
PLANTAS MEDICINAIS, AROMÁTICAS E CONDIMENTARES- Trata dos trabalhos de pesquisa e aplicação de conhecimentos na cadeia produtiva de plantas medicinais nos aspectos relacionados à exploração extrativa, domesticação, cultivo, colheita, beneficiamento e comercialização. Assim, a pesquisa básica dentro dessa linha de pesquisa serão centradas na aquisição de conhecimentos sobre áreas de ocorrência, caracterização botânica anatomo-morfológica, fisiologia de sementes, formas de propagação (in vivo e in vitro), controle in vitro da morfogênese, variabilidade química e genética de espécies medicinais cultivadas in vivo e in vitro, produção de metabólitos secundários in vitro, técnicas de cultivo e manejo agrícola, determinação do ponto de colheita e de métodos de secagem e beneficiamento. Nesse sentido contemplarão a caracterização e conservação das espécies medicinais mais promissoras do ponto de vista agrícola e sócio-econômico local, regional ou nacional, permitindo o aumento do conhecimento científico a respeito dessas espécies. Com base nos conhecimentos adquiridos nas pesquisas básicas, as pesquisas de caráter aplicado definirão os sistemas de manejo e beneficiamento para as espécies, no que diz respeito a preservação e manejo de plantas nativas, germinação e armazenamento de sementes, domesticação, estabilidade química e genética, adubação orgânica, manipulação dos espectros de luz por uso de malhas, épocas de colheita, métodos e condições de secagem, estabilidade química no armazenamento pós-colheita, desenvolvimento de protocolos de micropropagação, conservação in vitro, exploração de metabólitos secundários oriundos de técnicas de cultivo in vitro. Dessa forma, definindo tecnologias de produção para a maximização de biomassa e de princípios ativos, para o atendimento da demanda dos laboratórios farmacêuticos por matéria prima vegetal de boa qualidade e dando sustentação para a validação de seu uso medicinal e emprego no sistema público de saúde.
› BIOATIVIDADE DE PLANTAS MEDICINAIS
PLANTAS MEDICINAIS, AROMÁTICAS E CONDIMENTARES- Esta linha agrupará projetos que visam compreender aspectos para a validação químico-biológica de plantas medicinais e aromáticas de interesse farmacológico e fitossanitário. Assim, a pesquisa básica dentro dessa linha de pesquisa serão centradas: - no estudo por técnicas analíticas de plantas medicinais, visando o conhecimento da estrutura dos seus constituintes químicos, com ênfase às substâncias com atividades farmacológica ou biológica no controle de pragas e doenças da agricultura; - no estudo da produção, da composição química e da atividade biológica de óleos essenciais de plantas medicinais e aromáticas; - no isolamento e identificação de constituintes químicos de plantas utilizadas no controle fitossanitário de fitopatógenos, insetos e nematóides, bem como de plantas com atividade alelopática ou resistentes ao ataque de insetos; - na aquisição de conhecimentos sobre a composição química de plantas medicinais nativas, visando o isolamento de novos compostos com atividades biológicas; - no isolamento de marcadores químicos; - em estudos fitoquímicos biomonitorados. A prioridade desta linha será o estudo de plantas medicinais brasileiras de ampla tradição etnofarmacológica e etnobiológica, de uso oficial (Farmacopéias e normatizações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e, principalmente, prioritárias para gerar produtos de interesse ao SUS (RENISUS). Com base nos conhecimentos adquiridos nas pesquisas básicas, as pesquisas de caráter aplicado visarão à obtenção de novos produtos naturais com potencial uso comercial no controle de fitopatógenos, insetos, nematóides e plantas daninhas, bem como o uso medicinal; no estabelecimento de metodologias analíticas para identificação e/ou quantificação de marcadores químicos em plantas medicinais e produtos acabados e na validação químico-biológica de espécies vegetais para o uso medicinal e fitossanitário.
SIGAA | DGTI - Diretoria de Gestão de Tecnologia da Informação - Contatos (abre nova janela): https://ufla.br/contato | © UFLA | appserver1.srv1inst1 30/05/2024 01:06