Notícias

Banca de DEFESA: GUILHERME FOSCHETTI GONTIJO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GUILHERME FOSCHETTI GONTIJO
DATA: 11/02/2022
HORA: 09:00
LOCAL: Google meet
TÍTULO:

QUANTIFICAÇÃO DA PARCELA DE CONTRIBUIÇÃO DO TRATAMENTO DE SEMENTES DE SOJA NO CONTROLE DO AGENTE DA ANTRACNOSE E SEU VALOR ECONÔMICO EM COMBINAÇÃO COM A APLICAÇÃO DE FUNGICIDAS NO CULTIVO EM CAMPO


PALAVRAS-CHAVES:

Soja, economia, manejo.


PÁGINAS: 42
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
SUBÁREA: Fitossanidade
ESPECIALIDADE: Fitopatologia
RESUMO:

A aplicação de fungicidas em sementes e na parte aérea de plantas é atualmente uma estratégia de manejo sanitário amplamente utilizada na cultura da soja, visando ao combate de doenças que podem causar danos significativos nesta cultura. Apesar da eficácia comprovada no controle de doenças, o uso de defensivos químicos pode resultar em consequências negativas ao meio ambiente, além de onerar o custo de produção da lavoura, sendo assim desejável que haja uma redução na quantidade de produtos utilizados no campo. Este trabalho teve como objetivo avaliar a eficácia do tratamento químico de sementes em combinação com aplicações pós-plantio de fungicidas como uma alternativa viável para o controle de Colletotrichum truncatum associado às sementes e a obtenção de produtividades mais elevadas, visando a redução da necessidade de utilização de maiores números de pulverizações de fungicidas em soja no campo e consequente decréscimo no custo de produção da cultura. Para o ensaio foram utilizados oito tratamentos, todos compostos de sementes contaminadas com C. truncatum, em esquema de 2 x 4 (2 tratamentos de sementes e 4 pulverizações). Os ensaios foram conduzidos até a época de colheita, avaliando-se estandes, altura e peso de plantas, número de vagens, peso de mil grãos, rendimento de grãos, índice de doença, sanidade de sementes colhidas e viabilidade econômica do sistema. O tratamento químico de sementes foi eficaz na redução da incidência de C. truncatum nas sementes de soja e promoveu aumento nos valores de estandes, altura e peso de plantas, e rendimento de grãos, provocando queda sobre o índice de doença e sobre a incidência do patógeno em sementes colhidas. O tratamento de sementes resultou em maior receita para os sistemas avaliados, se mostrando uma alternativa econômica e eficaz a um número maior de pulverizações de fungicidas sobre as plantas no campo.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - RAFAELA ARAÚJO GUIMARÃES - UFLA (Suplente)
Presidente - JOSE DA CRUZ MACHADO (Membro)
Interno - JORGE TEODORO DE SOUZA (Membro)
Externo à Instituição - ELLEN NOLY BARROCAS - NENHUMA (Membro)
Externo à Instituição - CAROLINA DA SILVA SIQUEIRA - UFLA (Suplente)
Notícia cadastrada em: 01/02/2022 13:43
SIGAA | DGTI - Diretoria de Gestão de Tecnologia da Informação - Contatos (abre nova janela): https://ufla.br/contato | © UFLA | appserver1.srv1inst1 18/06/2024 09:55