Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: TAMIRES APARECIDA DUARTE DE SOUZA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: TAMIRES APARECIDA DUARTE DE SOUZA
DATA: 06/07/2022
HORA: 09:30
LOCAL: Defesa remota via Google Meet
TÍTULO:

FERMENTAÇÃO LÍQUIDA SUBMERSA DE Akanthomyces lecanii E  BIOCONTROLE DE FERRUGEM DO CAFEEIRO E DA MOSCA-BRANCA


PALAVRAS-CHAVES:

Fermentação; produção; otimização de parâmetros; fungos  entomopatogênicos; controle biológico de doenças.


PÁGINAS: 39
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
RESUMO:

Akanthomyces lecanii exerce efeito parasítico sobre várias pragas, fitopatógenos e
nematóides de elevada importância agrícola. No entanto, seu uso é mundialmente
pequeno devido às limitações na sua produção a nível industrial. A busca por meios de
cultura alternativos na fermentação líquida, bem como métodos de produção, é uma
necessidade para viabilizar o seu uso em larga escala. Dessa forma, o presente trabalho
tem como objetivo otimizar a produção de conídios de A. lecanii por meio da fermentação
líquida e validar o potencial dos propágulos como agente de biocontrole. Inicialmente,
meios de cultura, contidos em Erlenmeyers, em triplicata, com relações C:N de 50:1; 30:1
e 10:1 e carbono total de 8 e 36 g L-1
, obtidos a partir de diferentes concentrações de
glucose e extrato de levedura serão estudados. Após o período de fermentação serão
avaliados os números de conídios e microescleródios produzidos. O meio que apresentar
maior produção de propágulos requeridos serão avaliados na cinética de crescimento de
Akanthomyces. Também será avaliada a aeração com frascos contendo 60 mL e 100 mL
de meio. Na sequência a melhor fonte de nitrogênio será definida conforme a máxima
produção de conídios submersos e microesclerodios, entre eles: extrato de levedura; o
farelo de algodão; farelo de milho; levedura autolizada; Hy-Yest 101; Hy-Yest 412; Staryest; Brewer’s Exl e levedura hidrolisada. Em relação às fontes de carbono serão testadas:
dextrose mono-hidratada; maltodextrina; melaço de cana; sorbitol e maltose. O meio que
apresentar maior rendimento de conídios submersos e microescleródios passará para
validação da fermentação líquida em biorreator de bancada de 3 L inoculado com uma
pré-cultura líquida na concentração de 5 x 10⁷ conídios/mL. Os parâmetros serão
monitorados a cada 24 horas até o 4° dia de fermentação por meio da contagem de
propágulos de interesse, biomassa e unidades formadoras de colônias (UFC). Nessa fase,
os propágulos obtidos serão avaliados quanto ao potencial de inibir a germinação de
urediniósporos de Hemileia vastatrix, proveniente dos filtrados nas concentrações de 1 x
106; 1 x 107 ; 5 x 106 e 5 x 107 (propágulos viáveis mL-1). A inibição da germinação será
avaliada pela equação (% IG): % GI = (1 – X/C) × 100, onde C = urediniósporos
germinados na lâmina de controle e X = urediniósporos germinados expostos ao
antagonista. Após isso será avaliado o controle de H. vastatrix em mudas de café e
promoção de crescimento. O número de pústulas e manchas e o número de folhas por
planta serão determinados 25 dias após a inoculação, e o número de lesões por folha será
calculado. A promoção de crescimento será avaliada quantificando a altura das plantas,
peso de raízes e da parte aérea das plantas. Para controle de ninfas de Bemisa tabaci será
aplicada suspensões nas concentrações de 1 × 107e 1 × 106 conídios/mL, tanto do meio
proveniente da fermentação, quanto dos esporos provenientes diretamente de placas de
Petri, os quais serão aplicados na superfície da folha. A avaliação será durante o período
de 10 dias contando o número de ninfas mortas, com crescimento micelial ou conidial
sob seu corpo. Os dados serão submetidos a modelos generalizados lineares com
distribuições apropriadas, e as médias de tratamentos comparadas pelo teste de Tukey.
As análises estatísticas serão realizadas utilizando o Software R.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - EDUARDO ALVES (Membro)
Externo à Instituição - GILENO VIEIRA LACERDA JUNIOR - EMBRAPA (Suplente)
Externo à Instituição - KATIA DE LIMA NECHET - EMBRAPA (Suplente)
Presidente - WAGNER BETTIOL - USP (Membro)
Externo à Instituição - Zayame Vegette Pinto - UNESP (Membro)
Notícia cadastrada em: 20/06/2022 14:26
SIGAA | DGTI - Diretoria de Gestão de Tecnologia da Informação - Contatos (abre nova janela): https://ufla.br/contato | © UFLA | appserver2.srv2inst1 03/12/2023 08:50