Notícias

Banca de DEFESA: SIBELE MARTINS LOURENÇO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SIBELE MARTINS LOURENÇO
DATA: 22/06/2023
HORA: 13:30
LOCAL: Exame remoto via Google Meet
TÍTULO:

PROGRAMAS CONTENDO Bidens pilosa PARA O CONTROLE DA COCCIDIOSE EM FRANGOS DE CORTE DESAFIADOS COM Eimeria spp.


PALAVRAS-CHAVES:

Avicultura, alternativos a antibióticos, desempenho


PÁGINAS: 45
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
SUBÁREA: Produção Animal
RESUMO:

Um experimento foi conduzido para avaliar a eficácia de programas alternativos contendo Bidens pilosa no controle da coccidiose em frangos de corte desafiados com oocistos de Eimeria spp. Foram avaliados o desempenho, rendimento de carcaça e cortes, deposição de gordura abdominal, mortalidade e escore de lesão intestinal. Um total de 2400 pintainhos de corte Cobb 500 foram alojados em um galpão convencional semi-automatizado. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, constituído de oito tratamentos avaliados em 12 repetições (unidade experimental; box) de 25 frangos cada. Os programas de controle da coccidiose avaliados foram T1: dieta basal farelada (DB) sem aditivo (1 a 42 dias de idade); T2: DB suplementada com Salipac MC (66 mg/kg, 1 a 42 dias); T3: DB suplementada com Nicarmix 25 (450 mg/kg, 1 a 7 dias), Maxiban 80/80 (625 mg/kg, 8 a 21 dias), Qualipac S (550 mg/kg, 22 a 35 dias) e Salipac MC (66 mg/kg, 36 a 42 dias); T4: DB suplementada com Bidens pilosa (75 mg/kg, 1 a 42 dias); T5: DB suplementada com B. pilosa (100 mg/kg, 1 a 42 dias); T6: DB suplementada com Salipac MC + B. pilosa (66 mg/kg e 75 mg/kg, respectivamente, 1 a 42 dias); T7: DB suplementada com Salipac MC + B. pilosa (66 mg/kg e 100 mg/kg, respectivamente, 1 a 42 dias) e T8: DB suplementada com Nicarmix 25 (450 mg/kg, 1 a 7 dias), Maxiban 80/80 (625 mg/kg, 8 a 21 dias) e Salipac MC + B. pilosa (66 mg/kg e 100 mg/kg, respectivamente, 22 a 42 dias). O plano nutricional foi composto por três rações, as quais foram fornecidas para os frangos nos períodos de 1 a 21, 22 a 35 e 36 a 42 dias de idade. Para induzir a coccidiose, todos os frangos foram desafiados pelo fornecimento de ração inoculada com E. acervulina, E. máxima e E. tenella. Como principais resultados, observou-se que no período acumulado de 1 a 35 dias de idade das aves não houve diferença (p>0,05) para CR entre os tratamentos. O T1 resultou em maior GP dos frangos (p<0,0001). Na fase aguda da doença (15-21 dias) os tratamentos com anticoccidianos convencionais isolados ou associados à B. pilosa promoveram maior GP. A partir de 21 dias, a resposta dos frangos aos tratamentos se invertem, passando a ganhar mais peso as aves alimentadas com T1, T4 e T5. Considerando o período total de 1 a 42 dias de idade, o CR não foi influenciado (p>0,05) pelos diferentes planos avaliados. As dietas T1, T4 e T5 resultaram em maior GP dos frangos e para CA, no período total de 1 a 42 dias, o T4 resultou em melhor CA, o que vai de encontro ao potencial de B. pilosa, que além da ação anticoccidiana, apresenta ações imunoestimulantes, antioxidantes e antiinflamatórias, favorecendo o melhor funcionamento do organismo do animal. Os rendimentos de carcaça e cortes e a deposição de gordura abdominal  não foram alterados (p>0,05). No 21º dia de idade dos frangos as lesões intestinais de E. acervulina foram mais intensas no T1 e T4, não havendo diferença na eficiência de ação contra este coccídeo entre os demais aditivos avaliados. A inclusão de anticoccidianos convencionais e o aditivo à base de B. pilosa aumentou a frequência de escore 0 e reduziu a incidência de frangos com lesões de escore 1 para E. acervulina. Não houve diferença (p>0,05) entre os tratamentos para lesões intestinais de E. maxima e tenella.  Considerando todo o período de criação (1 a 42 dias) os T1, T4 e T5 resultaram em menor mortalidade. Considerando o ciclo produtivo completo dos frangos (1 a 42 dias de idade) e o desafio sanitário utilizado, conclui-se que o plano alternativo constituído pela suplementação da dieta com Bidens pilosa na concentração de 75mg/kg resultou no melhor desempenho dos frangos e na menor taxa de mortalidade, além de não prejudicar os rendimentos de carcaça, cortes nobres e a deposição de gordura abdominal.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - VINICIUS DE SOUZA CANTARELLI (Membro)
Interno - PAULO BORGES RODRIGUES (Membro)
Presidente - LUCIANA DE PAULA NAVES (Membro)
Externo à Instituição - LEONARDO DA SILVA FONSECA - UFVJM (Suplente)
Interno - EDISON JOSE FASSANI (Suplente)
Externo à Instituição - CESAR AZEVEDO LOPES - - (Membro)
Notícia cadastrada em: 12/06/2023 08:52
SIGAA | DGTI - Diretoria de Gestão de Tecnologia da Informação - Contatos (abre nova janela): https://ufla.br/contato | © UFLA | appserver2.srv2inst1 30/05/2024 00:12