Notícias

Banca de DEFESA: JÚLIO CÉSAR DE RESENDE MELO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JÚLIO CÉSAR DE RESENDE MELO
DATA: 22/04/2021
HORA: 14:00
LOCAL: https://meet.google.com/bcn-vmij-gmh
TÍTULO:

ESTRATÉGIAS DE ENSINO DE MATEMÁTICA PARA TURMAS DE JOVENS E ADULTOS


PALAVRAS-CHAVES:

Educação Matemática. Desafios na docência. Formação de Professores. EJA.


PÁGINAS: 154
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

Lidar com a heterogeneidade dos alunos, provenientes de diferentes origens culturais, sociais, econômicas, étnicas ou religiosas, é um desafio pelo qual passam professores e professoras de Matemática para desenvolverem seu trabalho pedagógico diário. Tal inquietude docente se torna ainda mais recorrente quando nos referimos à Educação de Jovens e Adultos (EJA), pelo fato de as turmas também possuírem o diferencial de faixa etária e experiências profissionais extraescolares distintas. Sob esse viés, esta pesquisa tem como objetivo refletir a respeito da vicissitude da sala de aula e identificar e discutir estratégias de trabalho já empregadas por professores e professoras em aulas de Matemática da modalidade de ensino da EJA. Trata-se de um estudo qualitativo que foi realizado com um professor e três professoras de Matemática da rede pública de uma cidade do interior de Minas Gerais que lecionam em turmas da EJA. Foram analisados: 1) Relatos de Experiência das professoras e do professor; 2) Entrevista Semiestruturada e 3) Diário de Bordo do pesquisador. Para a análise dos dados foi utilizada a ‘Análise de Conteúdo’, por meio de uma perspectiva interpretativo-compreensiva dos dados. A partir dos resultados, foram acentuadas vinte e cinco estratégias dessas professoras e do professor que podem servir como referência e inspiração a outros e a outras docentes que lecionam ou venham a lecionar em salas de aula de jovens e adultos. Mediante a elucidação de todas as estratégias, conseguimos perceber que, mesmo em meio aos desafios e às incertezas da prática pedagógica, cada participante dessa pesquisa busca diariamente uma forma particular para desenvolver o aprendizado do público jovem e/ou adulto que compõe as turmas para as quais lecionam, almejando a valorização e o respeito da diversidade presente, mas não exclusiva, nessas turmas. Muitas dessas estratégias coincidem com aquelas já utilizadas em outras modalidades de ensino, como o atendimento individualizado nas carteiras ou a prioridade ao diálogo não hierarquizado nas aulas. Outras são direcionadas às características do público da EJA, como abdicar do uso de avaliações escritas ou usar as experiências de vida como pontapé inicial para a construção do conhecimento escolar, dentre várias outras. 


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - VIVIANE CRISTINA ALMADA DE OLIVEIRA - UFSJ (Membro)
Interno - ROSANA MARIA MENDES (Suplente)
Presidente - MARIO HENRIQUE ANDRADE CLAUDIO (Membro)
Externo à Instituição - FLÁVIA CRISTINA FIGUEIREDO COURA - UFSJ (Suplente)
Interno - AMANDA CASTRO OLIVEIRA (Membro)
Notícia cadastrada em: 15/04/2021 10:50
SIGAA | DGTI - Diretoria de Gestão de Tecnologia da Informação - Contatos (abre nova janela): https://ufla.br/contato | © UFLA | appserver3.ufla.br.srv3inst1 08/12/2021 15:16