Notícias

Exame de Qualificação do Mestrado Profissional do PPGECEM/UFLA - Thais Fátima Messias Lima - em 30/08/2022

Título:

MÉTODO 300: UMA ALTERNATIVA PARA O ENSINO DA MATEMÁTICA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS (EJA)

 

Banca Examinadora:

Prof. Dr. Mario Henrique Andrade Claudio – UFLA

Profa. Dra. Amanda Castro Oliveira – UFLA

Profa. Dra. Grazielle Feliciani Barbosa – UFSCar

 

Data: 30/08/2022

Horário: 10h 30min

 

Local:

meet.google.com/vsu-eomj-jqk

 

RESUMO: O ensino da Matemática de forma a contemplar, integralmente, a formação do aluno, através da formação dos professores lecionadores da EJA, é a motivação maior da presente professora pesquisadora, onde através desta busca formas para que o docente investigue sobre como envolver o aluno nesse processo de maneira a tornar menos temerosa a aprendizagem dessa disciplina. A elaboração da questão de pesquisa, se faz, uma vez que o cenário atual para o público da EJA, demandara um ambiente com uma probabilidade de poucos retornos desses discentes, de incertezas, dificuldades, desafios relativos aquele público e diferentes experiências captadas nesse período online. Nessa perspectiva, tem-se como meta principal responder os seguintes questionamentos: “Como o professor, enquanto sujeito da aprendizagem pode se ressignificar com novas estratégias e metodologia, com o Método de 300, como uma alternativa, auxiliando para a recuperação do aluno de Matemática? ”Para tal, a pesquisa visa demonstrar a compreensão da metodologia colaborativa e participativa, onde segundo Vygotsky (1989) alega que atividades feitas de forma conjunta, em grupo proporcionar diversas vantagens, que não conseguiria ser realizadas e aproveitas em uma aprendizagem individual, o autor explica que a constituição dos sujeitos, e seu aprendizado, seu processamento de pensamentos, chamados estes de intrapsicológicos, acontecem através da relação com outras pessoas, sendo chamado de interpsicológicos. Sendo assim com direção aos professores da EJA, como uma forma de dar significado para a aprendizagem matemática, traz como objetivo geral: demonstrar com a abordagem colaborativa, proporcionado com embasamento da utilização e adaptações da metodologia 300 de Ricardo Fragelli, poderá contribuir ao professor na sala de aula de matemática. Nesta intenção o objetivo geral se desdobra nos seguintes objetivos específicos, como forma de detalhar as ideias do projeto: Apropriar de técnicas diferenciadas concernentes ao ensino matemático pós- pandemia; Identificar as facilidades e dificuldades para utilização desta proposta metodológica; Demonstrar através de conteúdos e formas de tratamentos como o estimular e a observação que caminhará na parceria dos alunos através da utilização de uma metodologia colaborativa e participativa, chegando a finalidades da EJA; Indicar ao docente como a metodologia irá acarretar o aumento do entrosamento entre os alunos e de forma natural a manifestação de uma relação de empatia; Influenciar quanto à necessidade de se trabalhar a capacidade de liderança entre os jovens e adultos, a fim de que se tornem responsáveis pela construção do conhecimento matemático de maneira solidária e dinâmica; Discutir a importância do uso desta metodologia e os referencias que está submetida. Avaliar com exemplos a comparação do padrão de resultado nas avaliações, com a aplicação do método.

 

Palavras-Chave: Educação Matemática. Educação de Jovens e Adultos. Metodologia Ativa. Método 300.

Notícia cadastrada em: 02/08/2022 18:33
SIGAA | DGTI - Diretoria de Gestão de Tecnologia da Informação - Contatos (abre nova janela): https://ufla.br/contato | © UFLA | appserver1.srv1inst1 22/06/2024 08:36