Descrição das linhas de Pesquisa

Áreas de Concentração / Linhas de Pesquisa

 

Para fins de adequação do projeto de dissertação ou tese do candidato, cumpre esclarecer que a orientação básica do PPGA/UFLA está refletida em três linhas de pesquisa. A descrição a seguir reflete essa orientação, representando o agrupamento de docentes que são responsáveis por disciplinas do programa e têm responsabilidades/participação em projetos de pesquisa científica. Os docentes se organizam em grupos, que desenvolvem projetos de pesquisa, incluindo estudantes de Doutorado, Mestrado e Iniciação Científica. Essas áreas de concentração/linhas de pesquisa são:

 

 

LINHA DE PESQUISA 1 – GESTÃO ESTRATÉGICA, MARKETING E INOVAÇÃO

Esta linha de pesquisa objetiva desenvolver estudos relacionados à competitividade em meio a dinamicidade e instabilidade de mercado, buscando a compreensão das estratégias organizacionais e interorganizacionais privadas e públicas numa lógica de inovação e atendimento às demandas do mercado consumidor e da sociedade. A linha se estrutura em 3 núcleos temáticos, conforme descrição a seguir:

 

  • Estratégia, cooperação e relações interorganizacionais

 

Investiga a estratégia, a dinâmica competitiva e os processos de interação em empresas, redes organizacionais e aglomerações produtivas. Fazendo uso de diferentes enfoques metodológicos, as pesquisas procuram entender o desenvolvimento de projetos de cooperação intra e interorganizacional, especialmente aqueles voltados para a inovação e melhoria do desempenho.

    

  • Inovação e desenvolvimento

 

Este núcleo temático estuda o papel da inovação na governança, desenvolvimento, modelos de negócio e processos de organizações privadas ou públicas, bem como seus desdobramentos nos mercados consumidores e sociedade. Também é de interesse compreender o papel das universidades e suas relações com o governo e setor privado no fomento ao conhecimento e à inovação, considerando a demanda por sustentabilidade.

 

  • Marketing e comportamento do consumidor

 

Esse tema investiga os processos de criação e desenvolvimento de mercados, o comportamento do consumidor, a cultura do consumo e as estratégias de marketing. Por meio de uma abordagem multidisciplinar, enfatiza os processos de compra e/ou consumo e busca compreender a influência de fatores de ordem econômica, sociológica, antropológica e psicológica, articulando questões teóricas, metodológicas e gerenciais que envolvem organizações do setor privado e público.

 

 

LINHA DE PESQUISA  2 – ORGANIZAÇÕES, GESTÃO E SOCIEDADE

Esta linha de pesquisa incorpora um conjunto de projetos que procuram apreender e explicar organizações em suas mais diversas formas e dimensões e realidades organizacionais sob a ótica de diferentes abordagens teórico-metodológicas, incluindo aquelas fundamentadas em teorias sociais e organizacionais. Prioriza-se a realização de estudos organizacionais que sejam capazes de contribuir para o avanço do conhecimento acerca dos seguintes temas:

  • empreendedorismo, com foco nas ações e práticas empreendedoras e empreendedorismo como prática social;
  • formação docente para a educação superior, formação discente na educação superior, novas metodologias de ensino, além de conceitos que envolvam a inovação e a aprendizagem na educação;
  • – gestão e estratégia como prática social e discursiva; lógicas institucionais, legitimidade organizacional e trabalho institucional; aprendizagem, conhecimento e inovação como prática; cultura material, simbolismo e trabalho; gestão socioambiental como prática social e discursiva, sociomaterialidade e estudos críticos em administração;
  • – gestão social tratada no locus das relações complexas entre Estado, sociedade e mercado;
  • processos de construção das carreiras nas organizações e nas sociedades, nos múltiplos vínculos com o trabalho; conceitos e concepções de carreira, não carreira e suas (des)continuidades; carreiras não tradicionais e suas contradições;
  • relações de gênero e diversidade no trabalho, poder, subjetividade e identidade;
  • conflitos sociais e suas manifestações, com ênfase na precarização e alternativas nos mundos do trabalho e nas ações de resistência construídas por minorias. Dentre as lentes utilizadas para essas pesquisas destacam-se os Novos Movimentos Sociais e Opção Decolonial.

 

LINHA DE PESQUISA 3 – ESTRATÉGIAS DE NEGÓCIOS GLOBAIS E FINANÇAS CORPORATIVAS (Antiga Gestão de Negócios, Economia e Mercados)  

 

Esta linha de pesquisa estuda as organizações, as redes de negócios e suas implicações nos segmentos produtivo, industrial e financeiro, contribuindo para a formulação de políticas públicas e privadas. Abaixo são apresentadas as sub-linhas de pesquisa:

  • Estratégia Global, Ambiente Institucional e Economias Emergentes

 

Estudo das estratégias de internacionalização de empresas, analisando os modos de entrada, vantagens específicas das empresas, escolha de localização, o grau de propriedade e o desempenho das empresas. Estudo da influência das diversas facetas do ambiente institucional, do papel do governo, e dos grupos econômicos nas estratégias e desempenho das multinacionais, com maior ênfase nas multinacionais e subsidiárias de economias emergentes e da América Latina. Empreendedorismo internacional e a influência dos negócios digitais na velocidade de internacionalização de novas empresas.

 

Palavras Chave:

    • Modos de entrada nos mercados externos
    • Influência do governo e conexões políticas
    • Ambiente institucional, características e ineficiências
    • Grupos econômicos
    • Multinacionais da América Latina
    • Empreendedorismo Internacional
    • Digitalização

 

 

  • Globalização, Políticas Industriais, Produtividade e Tecnologia

 

Estudo de políticas industriais para promoção da internacionalização, atração de investimentos estrangeiros e para inserção em cadeias global de valor. A globalização promove a interdependência entre países, permitindo transferência de conhecimento, tecnologia e inovação. Os estudos exploram o papel do governo e da política industrial nas economias abertas, analisando como os formuladores de políticas podem promover a competitividade das empresas nacionais, estimulando inovações tecnológicas e organizacionais e inserções em cadeias globais de valor. Também é analisado os efeitos da globalização sobre inovação e crescimento da produtividade nos setores industriais de países emergentes como os da América Latina. Mudanças na estrutura dos mercados globais, tais como, protecionismo e anti-globalização também têm sido estudados.

 

Palavras Chave:

    • Transbordamento de produtividade
    • Conhecimento, inovação e investimento em P&D
    • Capacidades absortivas\combinativas da firma
    • Investimento Direto no Exterior
    • Cadeias globais de valor

 

 

 

  • Finanças e Governança Corporativa

 

Estudo de tópicos gerais e avançados da Teoria Financeira e da Moderna Teoria de Finanças, abrangendo ainda temas complementares sobre Finanças Comportamentais. Os temas de interesse possibilitam que a linha aborde questões estratégicas de elevado nível no campo das Finanças e contempla estudos teóricos e empíricos. Estuda as abordagens tanto da Teoria da Utilidade Esperada quanto da Teoria do Prospecto (Teoria da Perspectiva). Busca desenvolver teorias e métodos, por meio de modelos financeiros contemporâneos e inovadores, capazes de identificar, mensurar e evidenciar a dinâmica de cenários de instabilidade e incerteza, visando a criação de valor, a sustentabilidade e o desempenho organizacional para os diferentes tipos de organizações e setores. Neste ponto, os estudos investigam organizações públicas e privadas, incluindo organizações não-financeiras e instituições financeiras. Os temas de interesse são eminentemente abordados empregando métodos quantitativos, de tal forma que são implementadas ferramentas baseadas em estatística, econometria, inteligência computacional, aprendizagem de máquina, inteligência artificial, com objetivo de analisar problemas econômicos e financeiros de modo a contribuir para o processo decisório no âmbito de Finanças.

 

Palavras Chave:

    • Finanças Corporativas
    • Finanças Comportamentais
    • Mercado Financeiro, de Crédito e de Capitais
    • Investimentos e Mercado de Derivativos
    • Precificação de Ativos / Teoria do portfólio
    • Modelos Quantitativos em Finanças
    • Fusões e Aquisições (F&A)
    • Governança Corporativa
    • Estrutura de Capital e Propriedade
    • Falência / Risco de Crédito
SIGAA | DGTI - Diretoria de Gestão de Tecnologia da Informação - Contatos (abre nova janela): https://ufla.br/contato | © UFLA | appserver2.srv2inst1 02/03/2024 03:16